Follow:
Vamos falar

Que se passa juventude?

Todos os dias vejo relatos de existência de Bulliyng e não consigo perceber o porquê de tanta santa ignorância destes jovens.
Hoje em dia tudo serve de desculpa para bater em alguém e quando digo tudo é mesmo tudo, nem que seja só porque lhe apetece “Olha aquela bela cara para dar cabe dela”…
Eu não consigo imaginar onde vai parar este país daqui a uns anos com crianças e jovens delinquentes que existem, o perigo persegue todos os dias.
Sou sincera, uma das coisas que mais tenho medo em relação ao futuro, é ter um filho, principalmente quando o colocar na escola, acho que nunca vou estar bem, até ter a certeza que ele chega “inteiro” a casa.
A humanidade está a ficar fria, severa, egoísta e bruta. E nós que somos mais velhos e estamos a ver sentadinhos no sofá graças à Televisão, ficamos pasmados a pensar como é que é possível (e não passa metade dos casos de violência que existem todos os dias).
Infelizmente são os inúmeros incidentes deste tipo e não existe escapatória possível porque ninguém está para ter o trabalho de andar em cima dos miúdos.
As crianças estão a ficar cada vez mais mal educadas, cada vez mais rudes e brutas.
Não sei se é só por falta de educação por parte dos pais, ou se é também por influência de outros, mas que não é bonito de se ver não é não.
Eu lembro-me de quando era uma miúda, todas as vezes que eu bati em alguém era, por se meterem comigo, ou por se meterem com alguém que fosse fraco e não se conseguia defender ou até mesmo aqueles que faziam mal aos animais. Sempre fui a protectora da escola na altura e era apenas uma criança.
Mas os tempos mudaram, as pessoas evoluíram (pelos vistos para pior) e a cada vez existe mais “desculpas” para bater no próximo que lhe apareça à frente por nenhum motivo.
É triste e cada vez mais me faz confusão como é que os pais permitem este tipo de atitude, e ainda me faz mais confusão como é que existem pessoas que não têm nenhuma educação são pais. Existe aqui um círculo bastante preconceituoso à volta mas que faz todo o sentido.
A educação vem de casa, para vir de casa ainda vem antes da casa onde estão, e estamos sempre nesta corda bamba.
Eu pensava que, apesar de existirem pais que tenham passado mal, na pobreza, na violência e todas essas situações que se convive diariamente, poderiam transmitir aos seus filhos que não é assim que se deve de ser, não é dessa forma que se deve reagir. Supostamente deviam de dar aquela educação que não lhes foi dada e não é isso que acontece.
Eu não consigo também perceber, como é que possível nos tempos que correm hoje, no ano em que estamos e no século em que vivemos, que existam ocultações destas situações por parte das escolas.
E ainda menos consigo perceber, como é que este tipo de situações acontece em pleno meio da rua, onde passam cidadãos todos os dias e não fazem rigorosamente nada.
Não consigo aceitar estes acontecimentos em pleno 2000!
Não dá para aceitar. Existem milhares de casos em que as crianças ficam com problemas de saúde, traumatizadas, paraplégicos, por causa de delinquentes mal formados!
Isto realmente não há maneira de parar, é como o terrorismo, não existe forma de acabar com tudo isso. Mas por favor…
Pelo menos, quando passarem na rua e vejam essas situações, façam alguma coisa, não ignorem como se nada fosse. São crianças, são pessoas, são tudo! E se nós não fizermos pelo menos o mínimo que é ajudar quem está em apuros, então nunca vamos evoluir e vamos ser considerados os portugueses atrasados mentais que nem defender os nossos sabem!
Não podemos deixar que as nossas crianças passem por isto, não podemos deixar que putos sejam mais que os outros e façam aquilo que lhes bem entender.
Deveria de existir uma lei severa para este tipo de situações, passarem uns dias presos não lhes fazia mal nenhum, para começarem a abrir os olhos.
A vida custa a todos e um valente susto a esses miúdos, não lhes fazia mal nenhum,

Previous Post Next Post

6 Comments

  • Reply Matilde

    Por aqui o pensamento e o mesmo, mas o sonho de o ter falou mais alto, acho que se o educarmos com bons valores vao tudo correr bem, tambem eu fui vitima de bullying mas consegui sempre dar a volta e superar, so espero que ele tenha um espirito forte Como os pais e consiga sempre dar a volta as situacoes Como nos o fizemos.
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    20 Março, 2017 at 10:23
  • Reply ines

    Por incrivel que pareça, a juventude somos nós! Nós damos o exemplo, nos moldamos o que eles são, a maneira como pensam e como amam.
    A culpa é nossa, está na altura de apreender a educar, só depois poderemos ter uma juventude capaz de lutar por um mundo melhor

    20 Março, 2017 at 12:34
  • Reply Marisa Raquel Rocha Fonseca

    Tantos alertas , tanta sensibilização e parece que tudo piora. Noto que cada vez há menos respeito e piedade pelo próximo . Será por isso que parece que vemos mais casos de bullying ?! Sou a favor de punição severa. Educação é precisa com urgência. bj

    20 Março, 2017 at 12:43
  • Reply Andreia Morais

    Parece que estamos a regredir!

    r: É mesmo*

    20 Março, 2017 at 23:38
  • Reply magda

    Concordo com o teu texto os miúdos de hoje em dia têm muito o rei na barriga pensa que ja mandam neles próprios, com tanta informação e não têm respeito nenhum por ninguém.
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    21 Março, 2017 at 19:15
  • Reply Ela e Ele, Ele e Ela

    A verdade é que cada vez mais os pais têm menos tempo para estar com os filhos. Cada vez menos são educados convenientemente. Cada vez mais passa de geração em geração o egoísmo e o não querer saber do outro. É triste, mas é a realidade dos tempos de hoje…

    21 Março, 2017 at 23:02
  • Podes comentar aqui