A diferença de idade entre Casais

Ainda não percebi muito bem, se existe ainda algum preconceito no que toca uma relação com uma diferença de idades grande.
Sei que, esse preconceito existiu durante muitos anos, ainda existe é claro, mas já é uma situação mais aceitável de acontecer, dependendo da fase da idade também, é lógico.
Para mim por exemplo, que não tenho nada contra em relações de pessoas, nada contra as idades, mas de certa forma faz-me um pouco de confusão, uma miúda de 13 anos namorar/andar seja lá o que for com um rapaz de 25 anos. E faz-me confusão porque infelizmente, também passei por isso e tinha sido loucamente a minha paixão. E acham que alguma vez ele se apaixonou por mim? Não, apenas me andou a enganar.
É certo que tive problemas na altura, mas hoje percebo a razão, porque nenhum Homem daquela idade se apaixona por uma miúda que nem “mamas” tem… Digo eu…Porque efectivamente é considerado um Homem com essa idade para uma criança de 13 anos.
Agora se me foram colocar uma rapariga já com os seus 25 anos com um rapaz de 36 por exemplo é uma situação que não me faz qualquer diferença e mencionei esta idade porque é um caso especifico (neste caso o meu).
É claro que a mim não me faz diferença, tanto nem à minha família nem nada do género, mas eu, com a idade que tenho, deveria talvez, namorar com alguém mais novo, estamos a falar de um rapaz que está quase nos 40 anos não tarda.
A piada no meio disto tudo, é o facto de poder gozar com ele… Qualquer pessoa que nos pergunte a idade eu sou má e digo: Estás mesmo velho!, ou mesmo eu, de vez em quando lhe digo:Com tanta gente da minha idade estou a namorar com um velho. Ele fica chateado, fica, mas eu gosto de me meter com ele.
A verdade é que já dá para notar que a nossa sociedade está a ficar um pouco menos retrógrada no que toca em relações com pessoas mais velhas, ou até mesmo mais novas.
Existe muita mulher a namorar com pessoas mais novas que elas, como vice-versa.
Porque me haveria de fazer confusão, esse tipo de relacionamento?
Nos tempos que decorrem, temos que saber aceitar tudo… Se antigamente era natural uma pessoa se juntar com outra muito mais velha, ou mais nova, porquê que hoje em dia teria que ser um problema?
Como se costuma dizer, cada um sabe de si, Deus sabe de todos. E se ele não nos julga, porque temos que deixar que o meio que nos rodeia julgar? Não temos!
Temos a liberdade de escolher de quem gostamos, seja de que forma for, idade que tenha, etnia tenha, a sua crença, desde que exista amor, respeito e fidelidade, ninguém tem que julgar.
Os nossos juízos de valores são muito importantes e é por aí que nos temos que basear.
Quem sou eu, para julgar por exemplo o relacionamento do José Raposo e a Sara Barradas?
Sim porque se eu chamo de velho ao meu namorado com 36 anos, então o José Raposo chamava-lhe de pai.
É preciso é haver amor, coisa que pouca gente o tem hoje em dia. É preciso existir respeito, coisa que maioria dos casais não sabe o que é isso sequer.
Matam, esfolam, queimam, fazem mil e uma coisas, e são pessoas de idades iguais ou só com diferença de um ou dois anos. Isso sim, é não saber amar e têm a mesma idade praticamente.
O amor não tem que ser baseado na idade, o amor quando acontece acontecerá, seja com quem for, com que idade for… Eu tenho uma grande amiga minha que namora com um Cigano. Who cares? Desde que lhe faça bem, lhe faça feliz, não lhe trate mal e outras coisas, está tudo bem, que sejam muito felizes que é isso que lhes desejo.
Apesar de ainda haver algum medo de aceitação de relações com idades distantes, temos que saber, ensinar aos nossos próximos a maneira correcta de aceita ou não aceitar. Não se pode andar aí a apedrejar pessoas como querem e lhes apetecem. Façam isso aos nossos políticos que eles é que merecem.
Temos que saber aceitar os outros, para que os outros nos aceitem a nós.
Se estamos felizes, porquê complicar não é?

14 Comments

  1. Conheci o meu marido tinha eu 22 e ele 32. Nunca nos fez confusão, aliás, até beneficiei de algumas vantagens, diz quem o conhecia pelos 20… era mais estouvado, quando o conheci já tinha amadurecido verdadeiramente, estava mesmo no ponto de assentar. E hoje em dia, eu com 40 e ele com 50, parece da minha idade ou ainda mais novo!! 🙂

    Beijinho <3

    Lina Soares
    Trinta por uma linha

  2. Nisto tudo o que interessa, como também o dizes, é o respeito, compreensão e lealdade. Além de namorado ou marido, tem que ser também o nosso melhor amigo, confidente, que está lá sempre que precisamos. Mas claro que haverá sempre gente a criticar…

  3. Olaaa 🙂
    Eu costumo dizer “O que importa a diferença de idades se o homem é o mais velho?” ahahah
    Por acaso, já passei mais ou menos pelo mesmo. Foi um fraquinho. Eu tinha 12 e eles 21 e 23 ahahah que burrinha. O que é óbvio é que nada aconteceu.
    Mas haverá sempre esse preconceito, mas mais se for a mulher a mais velha. Eu brinco e digo que está a desmamar criancinhas, pois eu prefiro mais velhos.
    Beijokitaz

  4. Mas olha que o preconceito ainda existe…
    Tenho uma amiga que com 26 anos casou com um homem 17 anos mais velho.

    Muita gente se recusou a ir ao casamento sequer, para veres.
    E muitos nem acreditavam no futuro deles.

    Já vão fazer 3 anos de casados, têm um filho com quase 2 anos – que nasceu no dia dos MEUS anos – e são felizes, à sua maneira!
    E isso é que importa – sabe lá Deus o que se passa em casa de cada um, né?

    Beijinho,

  5. Os meus pais têm 6 anos de diferença (embora já estejam divorciados) tiveram um casamento de quase 21 anos. A diferença de idade não me faz confusão, acho que é uma questão de mentalidade, maturidade e coisas em comum que não são definidos por um numero no B.I. No entanto refiro—me a relações em que ambos são maiores de idade. Agora os casos que ouvimos (e que eu conheci até no meu circulo de amigas quando era miúda) não acho bem relações em que um tem por exemplo já vintes e tais anos e outro tem qualquer idade inferior a 18. São crianças/adulescentes e não só é crime (que acho muito bem) como acho que a pessoa mais velha da “relação” deve ter a maturidade de perceber isso. Acredito que em muitos casos possa mesmo existir amor, mas na grande maioria acabo por achar que não passa de uma diversão/aproveitamento por parte da pessoa mais velha em relação à maisporta nova que, muitas vezes é iludida por aquela fantasia de andar com um gajo/gaja maise velho/a.

  6. Concordo plenamente ctg, e tenho como exemplo os meus pais, o meu pai fazia 9 anos de diferenca e nem por isso eram menos que os outros casais, muito pelo contrario. Mais Amor por favor 😉
    Bjinhosss

  7. A idade é apenas um número e um estado de espírito! Conheço pessoas com 40 ou mais anos que têm um espírito muito mais jovem que pessoas de 30 anos 😉

    O meu marido é apenas 3 anos mais velho do que eu, mas podia até ser 13 anos! Eu gosto de quem ele é e pouco me importa a idade dele 😀

    Quando se gosta não existem idades 😉

    Beijinhos <3
    https://demantanosofa.blogspot.pt

  8. Partilho a mesma opinião. Acho que não tem mal nenhum um ser mais velho que o outro.. Agora o que faz “comichão” são as miúdas (novas de 12/13) a namorar com homens de 20 e poucos..
    “É preciso ter amor…” dizes bem, mas ao que vejo, onde anda o amor? É só divórcios.. Não é preciso “casar” para mostrar o amor.. Basta amar mesmo!
    Obrigada pela visita 🙂

  9. O mais importante é haver amor, compreensão, respeito e equilíbrio entre o casal. 🙂
    Confesso que quando um dos membros do casal é menor de idade e a diferença entre ambos também é grande (como no caso que referiste), traz-me muitas dúvidas e interrogações, para além, da parte ética e moral envolvida. De resto, não importa a idade, crença religiosa, etnia, se é solteiro ou divorciado, etc. Há famílias que ainda têm preconceito em aceitar que um dos membros já tenha sido casado e tenha filhos de relações anteriores. Vivo um situação assim, tenho pena que as mentalidades ainda estejam muito fechadas para alguns, mas também cabe a nós mesmos promover a mudança.
    P.S. Estou a adorar seguir o teu blogue.
    Beijinhos e até breve!
    Anita – A Caçadora de Sonhos
    Anita e Seus Sonhos
    Facebook: Anita – A Caçadora de Sonhos

Podes comentar aqui