Follow:
Vamos falar

Humanidade estúpida

Aviso: Post demasiado agressivo e pode ferir sensibilidade (ou não).

Tenho andado a ponderar o facto se haveria de tocar neste assunto se não, se haveria de escrever se não, porque é um tema que anda a ferver no meu sangue já à uns dias.
Sim essa mesmo, os animais. Os cães potencialmente perigosos, ou de raça potencialmente perigosos, chamem-lhes o que quiseres, mas são cães!
Mas porque razão temos que colocar um rótulo nesses animais? Nos Pitbulls, nos Pastores Alemães, nos Dobermans, Rottwaeiler, a sério porquê? Porque são mais entroncados? Têm focinhos de cão maus? What the well?????
São animais, seus idiotas estúpidos que acusam os animais de serem umas feras, filhos do diabo, que só querem é matar as pessoas mordidas até aos ossos! São animais!!!!
Nunca pensaram que é o dono que faz o animal? Nunca pensaram que os animais são o reflecto dos donos? Nunca pensaram que comportamento gera comportamento?
Então vamos lá ver… A minha Tucha é uma rafereira que sabe o que é dela, sabe o que tem que defender, entra por aqui a dentro um gajo para me roubar a casa, ela ataca, defende o que é dela. O que vai acontecer? Das duas uma, ou passa para a lista de cães perigosos e acontece isto “Vamos ter que a abater porque ela é perigosa” ou é “Coitadinha, é uma rafeira, fez um bom trabalho“… Existem duas situações para este tipo de pensamento: Ou vocês são estúpidos, ou vocês são completamente estúpidos!
Qualquer animal, defende o seu território, até os mais meigos que é o caso da Tucha, mas não se armem em campeões porque ela é “falsa” e eu própria já reparei nisso, ela brinca, dá mimos, mas quando entra gente em casa que não conhece vira bicho. Eish espera, não deveria de estar a escrever isto aqui, antes que venham buscar o meu animal, por pertencer a um grupo de perigosos, que têm de ser abatidos!
Realmente faz-me muita confusão a porcaria de mentalidades.
Então, eu sou uma pessoa que tem medo de cães é um facto, e afasto-me do cães grandes, seja qual for o tamanho deles, mas não é porque tem raça X ou Y, é porque pequena como eu sou estou sujeita em eles virem à minha direcção darem-me uma patada na cabeça e eu entrar em coma! Mas não é por isso que eu vou dizer “AIII QUE CÃO HORRÍVEL, DEVIA DE ESTAR PRESO LONGE DAS PESSOAS!!!” NÃO!
Não sejam estúpidos!
É o mesmo que eu pegar em ti, enfiar-te dentro de um poço com um saco na cabeça, deixar-te lá porque és feio que nem cornos!
Não interessa a raça de um animal, não interessa se é considerado perigoso se não, é um animal, que cada dono faz a educação dele. Eu não acredito que o vosso rafeirinho, não ataque pessoas que não conhece que vos entre pela casa dentro!? Sim porque maioria dos acidentes de cães com pessoas é quando entram em territórios privados quando lá não está ninguém (que pena que eu tenho dessa gente).
É o mesmo que eu pegar em ti, prender-te uma coleira ao pescoço, fechar-te numa jaula com uma corrente! Sem contacto com pessoas, sem comer, sem água, cheio de feridas e largar-te depois para passeares. O que vais fazer? Vais dar festas ás pessoas que estão a passar na estrada? Não, possivelmente mandas um encontrão a alguém para dares cabe dela. Não sei, isto sou eu a supor.
Se calhar deveria de ser  proibido ter um animal sem chip, sem licença, sem todos os bens necessários para se ter um animal. Seria uma boa aposta. Não?
Os animais são aquilo que nós fazemos deles.
Eles não têm culpa que maioria dos donos serem uns idiotas de gangs que só servem para exibir o seu animal e claro que é sempre raças conhecidas potencialmente perigosas, porque se for para andarem com caniche, mais vale estarem fechados em casa. Gostam de se exibir mas é nesses casos que deveria de ser proibido terem animais.
Digam-me uma coisa, se um filho é capaz de matar o próprio pai, como vice versa, porquê que os animais não podem morder outros, porque sempre o maltrataram? Porque está a proteger o seu território? Porque mil e uma razões, É NORMAL!
Eu fui mordida duas vezes por cães, deveria ter juntado à lista de cães perigosos, porque me moderam e coitados, eram rafeiros e pequenos.
Estas mentalidades dão cabe de mim Agora porque houve mais uma criança mordida, foram deixados em canis mais cães de raça potencialmente perigosa. Eu não estou a dizer que, não tenho pena das crianças, como das pessoas que foram atacadas, tenho pena, de algumas atenção, porque se forem aquelas pessoas para fazer mal, só lhes fez é bem. Tenho pena, porque uma criança é inocente, quer brincar com um animal que vê e é surpreendido com um ataque. Mas aí, a responsabilidade é dos donos, que não o souberam educar, dar amor, dar atenção. Porque ter um animal não é ter e está feito, exige muito tempo, muito trabalho, amor e dedicação. É como um filho, só que é de 4 patas.
A minha Tucha não lhe falta nada, amor, carinho, mimos, brinquedos, passeios, tudo, e não é por isso que não é agressiva quando entra alguém em casa dela, no território dela, que nunca viu. É NATURAL!

Entenderam?
Para mim era mais fácil pegar em ti e colocar um corda à volta do teu pescoço do que alguma vez fazer mal a um animal.
É que no meio desta palhaçada toda, os animais é que sofrem, os animais é que são abatidos por se defenderem, por nunca terem tido contacto humano com amor e têm um fim triste graças aos merdas dos donos que tiveram!
Enfim… Ganhem alguma cabeça e deixem-se de ser palhaços, se querem ter um animal para estar preso a uma corrente e  numa jaula, mais vale colocares um saco na cabeça e mandares-te de uma ponte, porque mereces !

Estão a ver esta imagem abaixo? Eu tenho que me rir, porque vocês vão achar piada, tal como eu achei, mas é uma ironia à volta de tudo isto.
Esta imagem mostra 10 raças de cães mais perigosos do mundo…
Portanto no meio desses 10, temos o Husky, o Chow Chow e o Dálmata… Então a ironia é que alguma vez vocês como eu iriam dizer que estas 3 raças são perigosas? Piada não é, mas é mesmo verdade.. Quem diria que “Ai o Husky e tão lindo, tão peludo e olhos azuis“, “Ai o Chow Chow é tão fofo cheio de pêlo que parece um ursinho” e “Ai um dálmata é um amor é como no filme dos 101 dálmatas“.. Enfim…

E sabem o mais irónico? É as pessoas não saberem pesquisar porque passo a citar de um site que por acaso é da esquerda podem clicar aqui:

Para quem não sabe, as três raças de cães que mais mordem são, por incrível que pareça, por ordem decrescente: 1º – Dachshund( também conhecido como salsicha) , 2º – Chihuahua e 3º – Jack russell terrier, sendo que nesta lista o Pit Bull Terrier, uma das raças mais citadas como atacante habitual, surge apenas no 6º lugar1. Como é lógico, esta classificação apenas considera a quantidade de mordidelas notificadas por raça, mas não a gravidade ou força de mandíbula do cão associada ao ataque

Vejam lá bem, o Pitbull está em 6º lugar…
É o mesmo que eu agora ir às notícias e dizer que fui atacada nas pernas pela minha gata (que se encontra em casa dos meus pais) sangrou imenso a minha perna e quase que furava uma veia… Vou já manda-lá para o gatil ou mandar abater por ser uma gata excessivamente agressiva e compulsiva…

Portanto antes de julgarem as  raças mais conhecidas e de estruturas fortes, porque isto é efectivamente moda, pensem duas vezes antes de serem burros e ignorantes.
E antes de adoptarem, pensem primeiro na vossa mentalidade, sentido de orientação e responsabilidade sim? E meus caros, as aparências iludem, podes ter o cães com mais trombas feias e de mau feitio e ser o animal mais dócil e meigo à face da terra.

UM ANIMAL EXIGE TRABALHO!

Previous Post Next Post

18 Comments

  • Reply The Brunette's Tofu

    Parabéns a ti por este post magnífico. Assino por baixo. Vale cada palavra, cada gesto, cada sentimento que puseste neste texto. Não há raças perigosas, há pessoas perigosas, isso sim <3

    thebrunettetofu.blogspot.pt
    https://www.instagram.com/thebrunettestofu/

    9 Maio, 2017 at 9:18
  • Reply Daniela

    Tudo dito 👏👏👏
    Quando estava a morar em Torres novas entraram dentro de casa e a Kira simplesmente defendeu o território dela. No meio daquilo tudo sabes de quem foi a culpa? Nossa porque a cadela estava a proteger e mordeu… As leis são muito injustas para os animais

    9 Maio, 2017 at 9:26
  • Reply Marília da Silva

    Os animais são como as pessoas, há pessoas perigosas e animais perigosos.. tem tudo a ver com a “educação” que levam e o tratamento que têm!! Infelizmente as leis são é injustas para os animais.. muitos parabéns por abordares um assunto assim!!

    Mil beijinhos,
    http://mimiswardrobe.blogs.sapo.pt

    9 Maio, 2017 at 9:30
  • Reply Marisa Raquel

    Assino em prol dos animais as vezes que for possível.. Estou cansada desta sociedade parva que não educa nem se sensibiliza.
    Boa!
    Coco and Jeans by Marisa x My Instagram x My Bloglovin

    9 Maio, 2017 at 10:16
  • Reply Soraia Fonseca

    Palavras para quê? Disseste tudo o que tinha de ser dito! Muito bem dito mesmo!
    Beijinhos 🙂
    Soraia and Other Things

    9 Maio, 2017 at 10:29
  • Reply inesadionisio

    Tiraste-me as palavras da boca!

    Beijinhos,
    Inês
    http://www.indiglitz.pt

    9 Maio, 2017 at 10:36
  • Reply witkonijnblog

    Acho que ias adorar passar uns tempos aqui na Holanda, especialmente no que toca a este assunto.

    Ponto #1 não há abandono de animais, especificamente de cães.

    Ponto #2 não vês cães mal educados.

    Talvez porque os custos para se ter um cão sejam altos e anuais, as pessoas que se sujeitam a pagá-las são pessoas que de facto querem a companhia do cão tal como se fosse um filho e assim lhe dedicam toda a atenção necessária. Enquanto que em Portugal é típico ver o cão amarrado à entrada da vivenda, cão esse que nunca é solto, gasta energia ou convive e passeia com os donos ou demais animais.

    Eu fui mordida duas vezes por cães quando era criança. Ainda tenho as marcas, assustei-me na altura óbvio mas não deixei de lhes fazer festinhas ou os comecei a odiar por isso. Eram cães de raça considerada perigosa? Não, de todo. Se eu acho que a culpa foi do cão? Não. Reagiu apenas, assim como nós reagimos instintivamente a certas coisas. Se ganhei medo a cães? Não. Tenho mais medo das atrocidades que a raça humana comete.

    Temos pensado imenso em voltar a ter cães. Gostávamos de ter dois, um Rottweiler e um Shiba Inu (cães considerados de raça perigosa) cães esses que aqui podem estar livremente e viver uma vida feliz, mas que se precisarmos de viajar até Portugal ou qualquer outro país são considerados perigosos e por isso terão de usar um açaime em publico. Esses são os mesmos cães com os quais convivemos aqui, cães de família, em que confiamos até a nossa filha com apenas um ano de idade. Alguma vez tivemos problemas? Não. Aqui toda a gente sabe tratar e educar os animais de forma correcta.

    É um facto que cada raça tem instintos e ADN diferentes, e por isso é super importante saber o tipo de cão (ou animal) que se mete em casa, para precisamente saber se estamos dispostos a dedicar o tempo, dinheiro e atenção que o cão precisa.

    Não voltámos ainda a ter cães devido a todos os factores envolvidos, sendo um deles a questão de serem considerados cães de raça perigosa fora do país onde vivemos e consequentemente poder afectar as nossas viagens visto não conseguirmos fazê-lo deixando o cão para trás. É triste, especialmente no séc. em que vivemos as pessoas ainda tratarem os animais como um ser inferior e por vezes até como “escravo”.

    Lembro-me ainda de passear com a minha cadela (rafeira e de porte médio) que nunca precisou de usar trela por ser tão bem educada e ter pessoas com cães pequenos a comportarem-se super mal e a ladrar e saltar todos raivosos e ter os donos desses mesmos cães a darem-me lições de moral porque a minha cadela é obrigada a andar de trela na rua porque pode atacar os cães cocós desses mesmos donos. O que é que a minha cadela faz? Passa por eles como se fossem formigas e não lhes passa cartão. Adoro ver as caras de cu dos donos quando lhes digo “Já percebi porque é que o seu cão anda de trela”.

    Concordo e entendo-te na perfeição.

    Desculpa o testamento.

    Um beijo

    9 Maio, 2017 at 12:01
  • Reply Marta Carvalho

    Concordo com tudo o que disseste! 🙂

    9 Maio, 2017 at 15:04
  • Reply Catarina Sofia

    Finalmente que alguém diz isto! É tudo tão verdade!
    Acho um crime fazerem o que fazem com os animais e eu também tenho medo de passar ao pé de cães grandes devido a ter sofrido um ataque quando pequena por um pasto alemão mas a culpa foi efetivamente do dono e por acaso o meu vizinho tem um cão grande (que não sei dizer a raça) e ele não faz mal nenhum porque é educado, por isso lá está, ser grande ou pequeno não quer dizer que seja bom ou mau, vai dos donos. Eu tenho uma gata e também a educo, é muito pafíca, meiga mas quando vê estranhos tem tendência a esconder-se.
    Ah e mesmo tendo medo de cães grandes cá em casa queríamos um husky que já ando lindo mas por exemplo, não gosto de rotwaillers, pitbulls não por serem a raça intitulada de má mas não me atrai mas não é por isso que vou mandar abater e fazer queixa :/
    Beijinhos

    9 Maio, 2017 at 16:45
  • Reply Helena Raquel Baptista

    Ainda ontem enquanto caminhavamos o Montague , eu e o João falamos disto!
    Não existem cães maus, existem pessoas que os educam sim para isso,
    Pronto, sim tem raças que são um pouco maus, mas um pouco de amor e isso passa (eu acredito)!
    Adorei o post e é sem dúvida o tema com muito que se lhe diga
    beijinho grande

    9 Maio, 2017 at 17:13
  • Reply Fernanda

    Parabéns pelo post!! Aqui no Brasil tem muita violência com animais e eu acho isso um absurdo. Se eles tratam os animais desta forma imagina como será com os próprios filhos.

    Um beijo,

    http://www.purestyle.com.br

    9 Maio, 2017 at 17:26
  • Reply Daniela Silva

    Sou da mesma opinião que tu minha linda, já tive a oportunidade de conviver com “raças perigosas”. Elas não existem, os cães podem ser maus em qualquer raça, dependendo da educação que levam. os donos por vezes é que são perigosos e quem tem culpa, são sempre os animais. Beijo

    9 Maio, 2017 at 17:31
  • Reply Adriana R.

    São mentalidades de merda, só e apenas! Há tanta gente que devia estar proibida de ter animais. 🙁 Fico muito revoltada com estas coisas, especialmente quando se ouve falar de pessoas ignorantes que assim que ouvem falar de ataques do género o primeiro pensamento é irem largar os cães no canil ou abandonar, só porque são da mesma raça… Como é que são capazes?! Que porcaria de pensamento. Faz-me um confusão do caraças. Acho que fazes muito bem em falar do assunto… quem sabe se não abres os olhos a esta gente!
    Beijinhos

    9 Maio, 2017 at 19:15
  • Reply Cátia Rodrigues

    Podia fazer minhas as tuas palavras querida. Inacreditável esta mentalidade que ainda existe!

    9 Maio, 2017 at 20:16
  • Reply Hellen Henriques

    Sem tirar, nem por estou totalmente de acordo contigo! Em vez de abaterem os animais, seja um cão ou gorila, mandem abater os donos e outros criminosos porque esses não mordem, fazem pior.

    Beijocas, Hellen ❤
    http://instantesimprovaveis.blogspot.pt

    9 Maio, 2017 at 20:42
  • Reply carolina xavier

    concordo com você, sabe os animais foram criado por Deus, acho muita maldade tirar a vida deles, é triste beijos http://www.blogdaxavier.com/

    10 Maio, 2017 at 0:33
  • Reply Anne Jaqueline

    É muita discriminação… Eu amo os animais ❣❣❣
    Beijos
    Vidrinhos & Feminices
    Instagram
    Fanpage

    10 Maio, 2017 at 2:10
  • Reply Akira

    concordo completamente.. toda a crueldade e violência esta é nos humanos

    10 Maio, 2017 at 16:17
  • Podes comentar aqui