A tentar sobreviver a este mundo

Numa manhã fria de Inverno, ela acordou. Acordou com o seu péssimo humor matinal de quem passara um cansaço infernal da qual não aguenta.
Ela aparenta ser sempre forte, não deitando nada cá para fora, mostra aos outros que nada lhe afecta e tenta aguentar-se com esse sentimento e com essa máscara todos os dias. Mas não sabe que, um dia essa máscara caí.
Vai tentando sobreviver todos os dias, vai tentando aguentar até nada consiga arranjar que lhe faça passar por cima. Mas não sabe que infelizmente, nos tempos de hoje nada é fácil.
Não sei se, algum dia irá conseguir ultrapassar, mas até lá, tem que ouvir constantemente a sua mente a dizer “aguenta, é mais um dia“. Mas a cabeça não dura para sempre, não consegue aguentar tudo.
Mais um dia passa, mais um dia infeliz com aquilo que faz, não por peso do que faz, mas por ter que aguentar situações inéditas do dia em que lhe faz querer morrer. Que lhe faz querer desaparecer.
Dias que passa por esse sentimento, os dias vão continuando e o sentimento continua o mesmo. Será que nada irá melhorar? Será que vai?
Ela sabe que tem de melhorar, sabe que tem de se levantar e conseguir ultrapassar, mas o cansaço e a dor fala mais alto que ela. A infelicidade que carrega todos os dias faz com que o seu mundo continue a se desmoronar…
Como consegue ela viver assim? Num mundo que deveria ser cor de rosa, mas está tudo transformado em preto. Preto escuro, sem uma única cor a mais. Preto ao ponto de não conseguir ver o que lhe rodeia.
Ela vai continuando a levantar-se contrariada todas as manhã, vai continuar a ser infeliz enquanto não mudar e vai continuar a sofrer sem que ninguém dê por isso. Porque apesar de tudo, ela sabe que não é mandar-se de uma ponte que as coisas se resolvem.
O que ela tem de fazer é procurar um porto de abrigo, uma nova vida, uma nova fase, voltar a colorir a sua vida, os seus dias. Ela tem que ganhar coragem e dizer basta ao que lhe faz mal…
Mas o medo, o medo está tão apoderada dela que, faz não conseguir colocar pontos finais, apenas vai deixando rastejar a situação, e um dia como será?
Vai ficar arrependida pelo que não fez e vai sofrer, ainda mais… Ela sabe que existem inúmeras coisas que não se pode desleixar, não pode deixar por existirem várias prioridades na vida dela… Mas amiga, nem todas as prioridades são tudo, tu é que és uma prioridade.
Ela vai continuar, assim a sofrer, até que um dia se consiga e impor e diga BASTA!
Estaremos cá para ver…

5 Comments

Podes comentar aqui