As cinco dicas para quem quer ser Blogger

É importante antes de mais, considerares se é realmente isto que queres ser, blogger. Ser blogger vai muito além de publicar posts no blog e seres consistente. Vai muito além de publicares vários posts por semana e ficar por aí.
Por isso e por várias razões que vejo diariamente, vou partilhar com vocês, cinco dicas para te tornares uma Blogger de sucesso. E quando falo em sucesso não falo em dinheiro nem em parcerias, mas sim, tu mesmo seres um sucesso.

1º – A importância de seres tu:
Todos sabemos, que, ao longo do tempo, consoante um blogger vai crescendo, vai querendo ter muito mais do que aquilo que já tem, no entanto, é necessário teres a capacidade de parar e pensar.
Lembra-te que, quem te faz uma blogger de sucesso não és só tu, mas sim, os teus seguidores, os que te acompanham em todas as etapas e posts que vais publicando.
É importante que, tenhas consciência de que, se o teu comportamento se alterar consoante o teu crescimento, os teus seguidores vão deixar de se preocupar com o que publicas e vão deixar de te querer seguir.
Comportamento gera comportamento, e por isso, é importante teres consciência de que se tu queres exibir o teu trabalho de forma consciente e não de forma exibicionista.

2º – Valoriza os teus seguidores:
Isto é um ponto de que gosto de falar, mas chateia-me. De facto as pessoas esquecem-se que crescem graças aos seguidores que os seguem, no entanto, à que saber valorizar.
Responder aos seus comentários, responder às suas mensagens, por mais difícil que pareça, devido ao número de seguidores que poderás ter, mas responde. Sê honesto, não te sintas demasiado importante para que te aches no direito de os ignorar.
Sabes que, é fácil ganhar reputação mas também é fácil perdê-la.

3º – Não estejas preocupado com números
Todos sabemos, que nós bloggers nos preocupamos com os números, mas chega a um ponto que isso acaba por ser demasiado exigente e apenas nos preocupamos em subir, subir e subir. Pára!
O facto de te preocupares só com números, não faz com que as pessoas gostem do teu trabalho, por isso tem calma e deixa as coisas fluírem.
Fala com pessoas, comenta as redes sociais, vai crescendo de forma verdadeira. Não faças o follow e unfollow.
Trabalha o suficiente para o mereceres.

4º – Sê sempre humilde e sincero:
Se falhas, partilha, se estás em baixo e paras-te, quando voltares partilha. Justifica-te. Não digo, para partilhares a tua vida inteira e o que se passou, mas dá uma justificação perante aos teus seguidores devido à tua ausência.
É importares demonstrares, o quanto eles são importantes para ti e que lhes deves algum pedido de desculpas pelas razões de te ausentares.
Tudo isso, faz com que os teus seguidores se sintam importantes e que significam alguma coisa para ti.

5º Demonstra o que vales:
Partilha tudo o que aches pertinente partilhar, sê a mudança na vida de alguém, sê o ensinamento para alguém: Mas claro, sendo sempre tu mesmo.
As pessoas começam a perder o fio à meada, quando começam a ter as suas parcerias e a ganhar dinheiro. Não deixes que isso te dê volta à cabeça, pois poderá correr mal.
Sê o mais honesto possível. E faz com que o teu pequeno mundo novo, se sinta feliz ao acompanhar-te.

Nunca tenhas vergonha de te mostrares, nunca tenhas problemas em aparecer ou não nas redes sociais demasiado bem vestido, ou demasiado maquilhada. Sê tu, a aparência é muito mais do que uma cara pintada e uma roupa de marca.
Mostra o teu lado natural e desarrumado. Ninguém é imperfeito, mostra a tua imperfeição. Quanto mais realista de ti mesmo fores, mais as pessoas vão gostar de ti.
Espero que tenham gostado de post e vos tenha ajudado de alguma forma para vocês, futuros bloggers e quem sabe, não dê uma ajuda a alguns bloggers existentes.

Deixa aqui o teu comentário

  1. Quando nos esquecemos destes pontos fundamentais e começamos a agir como se fossemos os reis do pedaço, está tudo perdido. Claro que sabe bem ver os números a aumentar, ver que valorizam e reconhecem o nosso trabalho, mas temos que nos manter fiéis ao que somos, humildes (como tão bem referiste) e fazer as coisas porque, de facto, nos apaixonam

    Beijinhos*