Ainda não percebi muito bem, se existe ainda algum preconceito no que toca uma relação com uma diferença de idades grande.
Sei que, esse preconceito existiu durante muitos anos, ainda existe é claro, mas já é uma situação mais aceitável de acontecer, dependendo da fase da idade também, é lógico.
Para mim por exemplo, que não tenho nada contra em relações de pessoas, nada contra as idades, mas de certa forma faz-me um pouco de confusão, uma miúda de 13 anos namorar/andar seja lá o que for com um rapaz de 25 anos. E faz-me confusão porque infelizmente, também passei por isso e tinha sido loucamente a minha paixão. E acham que alguma vez ele se apaixonou por mim? Não, apenas me andou a enganar.
É certo que tive problemas na altura, mas hoje percebo a razão, porque nenhum Homem daquela idade se apaixona por uma miúda que nem “mamas” tem… Digo eu…Porque efectivamente é considerado um Homem com essa idade para uma criança de 13 anos.
Agora se me foram colocar uma rapariga já com os seus 25 anos com um rapaz de 36 por exemplo é uma situação que não me faz qualquer diferença e mencionei esta idade porque é um caso especifico (neste caso o meu).
É claro que a mim não me faz diferença, tanto nem à minha família nem nada do género, mas eu, com a idade que tenho, deveria talvez, namorar com alguém mais novo, estamos a falar de um rapaz que está quase nos 40 anos não tarda.
A piada no meio disto tudo, é o facto de poder gozar com ele… Qualquer pessoa que nos pergunte a idade eu sou má e digo: Estás mesmo velho!, ou mesmo eu, de vez em quando lhe digo:Com tanta gente da minha idade estou a namorar com um velho. Ele fica chateado, fica, mas eu gosto de me meter com ele.
A verdade é que já dá para notar que a nossa sociedade está a ficar um pouco menos retrógrada no que toca em relações com pessoas mais velhas, ou até mesmo mais novas.
Existe muita mulher a namorar com pessoas mais novas que elas, como vice-versa.
Porque me haveria de fazer confusão, esse tipo de relacionamento?
Nos tempos que decorrem, temos que saber aceitar tudo… Se antigamente era natural uma pessoa se juntar com outra muito mais velha, ou mais nova, porquê que hoje em dia teria que ser um problema?
Como se costuma dizer, cada um sabe de si, Deus sabe de todos. E se ele não nos julga, porque temos que deixar que o meio que nos rodeia julgar? Não temos!
Temos a liberdade de escolher de quem gostamos, seja de que forma for, idade que tenha, etnia tenha, a sua crença, desde que exista amor, respeito e fidelidade, ninguém tem que julgar.
Os nossos juízos de valores são muito importantes e é por aí que nos temos que basear.
Quem sou eu, para julgar por exemplo o relacionamento do José Raposo e a Sara Barradas?
Sim porque se eu chamo de velho ao meu namorado com 36 anos, então o José Raposo chamava-lhe de pai.
É preciso é haver amor, coisa que pouca gente o tem hoje em dia. É preciso existir respeito, coisa que maioria dos casais não sabe o que é isso sequer.
Matam, esfolam, queimam, fazem mil e uma coisas, e são pessoas de idades iguais ou só com diferença de um ou dois anos. Isso sim, é não saber amar e têm a mesma idade praticamente.
O amor não tem que ser baseado na idade, o amor quando acontece acontecerá, seja com quem for, com que idade for… Eu tenho uma grande amiga minha que namora com um Cigano. Who cares? Desde que lhe faça bem, lhe faça feliz, não lhe trate mal e outras coisas, está tudo bem, que sejam muito felizes que é isso que lhes desejo.
Apesar de ainda haver algum medo de aceitação de relações com idades distantes, temos que saber, ensinar aos nossos próximos a maneira correcta de aceita ou não aceitar. Não se pode andar aí a apedrejar pessoas como querem e lhes apetecem. Façam isso aos nossos políticos que eles é que merecem.
Temos que saber aceitar os outros, para que os outros nos aceitem a nós.
Se estamos felizes, porquê complicar não é?