Já pensaram qual o sentido da vida?
Eu penso imensas vezes qual é o sentido da vida, qual o sentido que a minha vida vai levar futuramente, qual será o meu final. E sabem a razão destas constantes questões? É devido à forma como a vida pode acabar de um dia para o outro, num abrir e fechar de olhos.
Todos nós devemos lutar pelos nossos objectivos, pelo nosso futuro, pela nossa liberdade e dependência. Mas a vida acaba por se encarregar de tudo sozinha.
Hoje estamos bem e amanhã podemos nem sequer abrir os olhos. Hoje estamos a conduzir bem como passado um pouco sofremos um acidente de carro. A vida dá mil e uma voltas que nós não temos forma de contornar a situação. Não é triste?
Não é triste, termos tantos sonhos para o futuro e de um dia para o outro tudo acabar? É tão triste ver pessoas hospitalizadas a morrer aos poucos, é tão triste ver pessoas de idade que viveram uma vida grande e sofrerem de alzheimar e não se lembrarem do que fizeram a vida toda, da sua própria vida, da sua própria família dos seus próprios filhos e estão ali apenas à espera de morrer…
É tão triste de um dia para o outro e descobrir-mos que temos um quisto no peito e nos levar para uma cama de hospital com cancro. É tão triste tanta coisa. E é por estas e outras razões que pergunto, qual é o sentido da vida?
Eu com isto não estou a dizer que não devemos fazer nada, não devemos de lutar, não devemos de concretizar os nossos sonhos, até porque se o fizermos, no dia que fechar-mos os olhos, fechamos felizes, por tudo o que conseguimos fazer.
Mas acho tão injusto ver vidas perdidas… É tão injusto acabar numa cama de hospital, morrer de uma hora para a outra, ou nascer morto.
A natureza é injusta… E não escrevo isto por alguma razão em especial… É um desabafo.
Acho que nada nesta vida é justo quando sabemos que acabamos por morrer.
Eu, no que toca ao momento de fechar os olhos, preferia que todos nós fechasse-mos os olhos sem sentir nada, sem sentir dor, sem sentir sofrimento, sem dar dor aos outros . Ter uma morte calma, tranquila, enquanto se dorme por exemplo. Morremos tranquilos.
Detesto hospitais, detesto lares, detesto tudo o que envolva pessoas que estejam lá a “morrer”… Porque, o sentido da vida não deveria ser esta, morrer a sofrer, ao menos o sentido da vida nos desse a oportunidade de morrer, mas tranquilamente.
Vejo tantos jovens a morrer tão cedo, vejo tantas mortes dolorosas nas camas dos hospitais, vejo as pessoas a matarem-se… Não consigo perceber o sentido da vida.

 Se alguém me disser o sentido da vida, eu agradeço