E quando digo pobre não é pobre financeiramente mas pobre de espírito.
Há dias, deu uma reportagem na SIC acerca dos Youtubers. É claro que eu tinha de ver porque, pensei que iria ver alguma coisa que me desse algum ensinamento, algum conhecimento, fosse ver alguém que merecesse reconhecimento.
E de facto, vi, uma pessoa que merecia reconhecimento, porque de facto tem um canal do youtube brutal a nível de tecnologia, para mim é dos melhores. Estou a falar do Nuno Agonia.
Agora, tenho que admitir que é o único que mostra uma trabalho sério, que não faz com que assuste as crianças, nem que as deixe traumatizadas. No entanto, a nível de educação melhor. Porque também estamos a falar de um Homem adulto e pai. Graças a Deus.
Mas existem youtubers, pobres. Conheci, Wuant ou sei lá como se escreve o nome e mais uns quantos putos, que sim, não passam de uns putos que só fazem coisas que não dão para entender. No entanto, ficam muito contentes, porque o nosso país gosta é de palhaçada, é lógico, iriam ganhar milhões de seguidores e visualizações.
Também a Ana Galvão falou sobre esses Youtubers e a influência que têm para com os outros.
São crianças que seguem esses Youtubers, crianças essas que nem sabem o que é um Motherboard de um computador, quanto mais o que é a realidade de um vídeo ou não. Mas não quero entrar por aí. Porque acho que, pelo pouco que vi, é tudo tão estúpido, acriançado e infeliz, que infelizmente, retiram mérito a quem realmente partilha conteúdo decente. Neste aspecto, tenho que dar uma certa razão a essa senhora, apesar de não ser fã dela.
Mas uma situação que me deixou frustrada e confusa, foi então a menina, senhora, criança, adolescente ou sei lá, a tal namorada desse tal Wuant, ser estudante em uma faculdade, a tirar direito, Advocacia amigos, por favor… Então, como queria mais tempo para o seu canal de Youtube, falou com os pais e decidiram em família, parar com os estudos para a menina se dedicar ao canal do Youtube… Meus amigos, quando eu vi essa parte, caiu-me tudo.
Não sei quem é mais inconsciente, se é os pais, ou ela… Não consigo perceber qual o pior.
Então, mas agora, paramos os estudos para se dedicar ao Youtube????????????? Bem os pais pagam os estudos e vão continuar a pagar, a miúda não tem que se sujeitar a trabalhar para pagar estudos nem pagar contas, por isso, costas quentes é sempre bom.
Mas eu alguma vez, na minha vida, eu admitia a um filho meu que parasse de estudar por uma porcaria de uma plataforma? Que só vai ser bom enquanto tiveres uma cara bonita, e algum conteúdo? Mas esta gente está também se esquecer que, são ídolos de alguém? Que influenciam os outros?
Já virão o que era os miúdos todos agora quererem parar com a escola para serem Youtubers? Passávamos a ter novamente um país de analfabetos.
Podem não concordar comigo, mas eu, na minha mínima opinião é completamente estúpido e irresponsável.
É de gente que não sabe o é ter despesas para pagar, preocupações, nada. Tudo cambada de putos mimados.
Mas eu agora, ia largar o meu trabalho para me dedicar só ao meu Blogue? O dinheiro do Blogue ia dar para me sustentar, pagar despesas, e comprar coisas para mim? Eu acho que, esta mal se está a confundir e está a pensar que andam no Brasil, ou querem tornar isto no Brasil.
Mas esquecem-se que, eles não precisam de andar a espetar facas nem a vestirem-se de palhaços para serem excelentes Youtubers.
Esta geração, está a tornar-se assustadora. Esta geração está a ficar completamente louca. Admito, que até eu, já começo a ter medo de ter filhos futuramente.
Pela violência que vivemos constantemente, pela palhaçadas que há nas redes sociais, por tudo. O país está a descambar, as pessoas estão a ficar perdidas (e eu é que tomava drogas para ter um comportamento normal).
Não percebo, não consigo nem sei se algum dia vou conseguir entender.
Querem fazer figuras de palhaços nos vídeos, façam, querem se matar, matem-se para aí para todo o mundo ver. Mas destruírem as vossas vidas por uma coisa que não vos vai sustentar, que não vos dar estabilidade? Acho que aí, sim, chegou tudo à estupidez.
Não estão a ser bons nem para vocês próprios nem para todas as pessoas que vos seguem. Um dia chegamos ao ponto de (atenção, com este tipo de youtubers) que se mandar de uma ponte é muito giro e vão todos imitar porque são grandes influencers. Enfim…

É claro que, para mim é mau mas para ti pode ser bom e todos nós não partilhamos a mesma opinião acerca do conteúdo que apresentam, mas acho que há que impor limites, pois quando chega a uma fase em que nos pode prejudicar a nós mesmos, temos que pensar bem como irá ser o nosso futuro.
Querem fazer vídeos parvos façam, querem fazer vídeos idiotas façam-no também, mas primeiro deveriam pensar em que vão mostrar o conteúdo e o quanto vão influenciar os outros e segundo, têm que pensar que a época de ser muito fixe no Youtube não dura para sempre.